Pratique gratidão

Sabemos que a experiência de emoções positivas é fundamental à nossa felicidade. Mas a grande pergunta é: como fazemos para viver mais experiências desse tipo?

Uma das missões da Psicologia Positiva é a de tornar suas descobertas acessíveis e aplicáveis para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Vou trazer aqui nessa minha série algumas das intervenções positivas que, apesar de simples, tiveram ou estão tendo seus resultados empiricamente comprovados.

Pela simplicidade, algumas delas podem até parecer auto-ajuda; mas pelos resultados evidenciados, garanto que é ciência!

 

Lado cheio do copo

Falamos em outro momento da importância das perguntas (https://medium.com/@henrique.bueno/a-importância-das-perguntas-bd0e3663f6bb), que definem o foco de atenção do nosso cérebro. Quando nosso foco é positivo, maior as chances de encontrarmos no nosso dia-a-dia respostas também positivas, ou de “vermos o lado bom”. 

Via de regra, entretanto, sem um esforço nosso, o comum é o cérebro focar no negativo (o que deu errado, o que deixei de fazer, o que perdi). Quando foi que alguém te ligou e disse “precisamos conversar” e você pulou de alegria, certo de que a conversa seria maravilhosa?

Podemos, entretanto, criar novas conexões cerebrais (ou fortalecer as existentes) que nos direcionem a olhar para o lado cheio do copo. Isso se dá em razão da neuroplasticidade, que falaremos em outra oportunidade. Significa, basicamente, que podemos “criar hábitos” no cérebro para que ele busque, ativamente, o lado cheio do copo.

Quando apreciamos o que é bom…

Sim, coisas ruins acontecem em nossas vidas. Sim, alguns dias são difíceis. Ao mesmo tempo, entretanto, muita coisa boa nos rodeia e, tão habituados estamos com sua presença, que deixamos de percebê-las ou de lhes dar o devido valor.

Nas palavras de Tal Ben-Shahar: “Quando apreciamos o que é bom, o que é bom aprecia” (o segundo aprecia num sentido mais econômico, sinônimo de valoriza ou cresce). Em outras palavras, aquilo que focamos se expande!

Praticar apreciação ou gratidão é uma das medidas mais potentes para gerar emoções positivas. Além disso, a prática da gratidão tem comprovados efeitos positivos na saúde física (imunidade e até indícios de aumento da longevidade), mental e emocional.

 

 

Praticando gratidão

O desafio sugerido pela Psicologia Positiva é simples: mantenha um diário de gratidão por pelo menos 30 dias consecutivos, sem interrupção. Nele (que pode ser um caderno, smartphone ou até um post-it colorido lançado num vaso de vidro), registre diariamente pelo menos 5 coisas pelas quais você deve agradecer. Para que seja mais efetivo, importante que seja sempre escrito e que siga as seguintes recomendações:

1- Seja específico. Enquanto escreve, lembre do que aconteceu que fez você se sentir grato. “Agradeço o abraço que meu filho me deu hoje quando voltei do trabalho”, ao invés de “agradeço meu filho”.

2- Visualize. enquanto escreve, reviva o momento em sua mente. Se for adepto de meditação tente escrever os 5 agradecimentos após visualizar e reviver todos em sua meditação.

3- Perceba o que move você a se sentir grato. Qual valor ou sentimento foi tocado?

4- Pense em pessoas. Mais do que agradecer por coisas, tente agradecer pelas pessoas ou suas atitudes.

5- Veja o lado bom até de experiências não tão boas. Agradeça pelo que você aprendeu!

6- Saboreie surpresas boas, atos ou acontecimento inesperados.

7- Valorize as coisas simples. Pelo almoço com a familia, ou abraço de um amigo.

Depois dos 30 dias, se quiser, pode começar a escrever semanalmente ou em intervalos de alguns dias. O importante é avaliar como esse período inicial fez você se sentir. A primeira semana o processo geralmente soa um pouco estranho. Na segunda, você já deve encontrar 5 itens mais facilmente. Muito provavelmente a partir da terceira semana, seu cérebro já vai avisar você, ao longo do dia, para não esquecer de agradecer em seu diário por alguma situação que acabou de acontecer.

Não acredita que funciona? Então tente. Como eu digo aos meus coachees: se quer resultados diferentes, ouse fazer alguma coisa diferente primeiro. No caso desse exercício, na pior das hipóteses você só vai ter perdido uns 10 minutos por dia!

Inspirar as pessoas a (re)descobrirem e, acima de tudo, viverem seus sonhos. Esta é a missão que Henrique Bueno tomou para si quando decidiu tornar-se coach e palestrante.
Advogado especialista em Direito Empresarial pela FGV e MBA pelo Insper / Columbia University, Henrique liderou, por mais de 10 anos, times de alta performance em empresas de grande porte (Ambev, British Petroleum). Apaixonado por pessoas e pelo estudo do desenvolvimento do potencial humano, tornou-se Coach, Especialista em Psicologia Positiva e Life Design (Center for Advanced Coaching, Fierce Inc, Wholebeing Institute, Penn University, UC Berkley, Stanford), promovendo palestras e treinamentos abertos e corporativos e atuando como life e executive coach para empresas, indivíduos e grupos.

Compartilhe a felicidade!

Deixe seu comentário!

Post Author: Henrique Bueno

Inspirar as pessoas a (re)descobrirem e, acima de tudo, viverem seus sonhos. Esta é a missão que Henrique Bueno tomou para si quando decidiu tornar-se coach e palestrante. Advogado especialista em Direito Empresarial pela FGV e MBA pelo Insper / Columbia University, Henrique liderou, por mais de 10 anos, times de alta performance em empresas de grande porte (Ambev, British Petroleum). Apaixonado por pessoas e pelo estudo do desenvolvimento do potencial humano, tornou-se Coach, Especialista em Psicologia Positiva e Life Design (Center for Advanced Coaching, Fierce Inc, Wholebeing Institute, Penn University, UC Berkley, Stanford), promovendo palestras e treinamentos abertos e corporativos e atuando como life e executive coach para empresas, indivíduos e grupos.

Deixe uma resposta