Cumpra promessas: Promessas são dívidas!

Como dizem “promessas são dívidas”, mas essas dívidas muita gente se esquece de pagar, como se fosse muito simples prometer tendo a clareza de que um dia as pessoas se esquecem das promessas e fica tudo bem, mas não é bem assim… As pessoas não costumam esquecer o que lhes foi prometido… Apenas resolvem não cobrar…

Mas até que você não se explique ou até que pague “sua dívida”, tenha a certeza de que a outra pessoa sempre se lembrará dela(s)… Por mais simples e insignificante que possa ser a promessa, cumpra… Isso te dá credibilidade e mostra que as suas palavras têm valor porque não foram rasas a ponto de se perderem, mas foram tão profundas quanto a sua atitude em torná-las reais e palpáveis! 

Se você prometer amar, ame… Se prometer amizade, não a quebre… Se prometer ser fiel, seja… Se prometer ajudar, estenda a mão… Se prometer, cumpra… Porque promessas são dívidas que só podem ser pagas com atitudes! 

 

 

Se você não vai cumprir, o melhor a fazer é não prometer. Sempre cumpra suas promessas para não encontrar alguém que te deixe esperando por algo que nunca fará por você porque não é só você que pode quebrar promessas. Tenha isso sempre claro. Sim, porque as leis da colheita e do retorno nunca falham. Se um dia já quebrastes promessas com alguém, outros terão o prazer de quebrá-las com você e nem poderá julgá-las… Como podemos julgar um erro alheio, se já tivermos cometido o mesmo erro? Seria até engraçado… Querer cobrar algo que nós não fazemos é ser hipócrita. 

Em um mundo volúvel onde tudo parece que se resume em palavras e no abuso delas que são ditas como se não fossem tóxicas, em vez disso são entendidas como capazes de resolver todos os problemas do mundo. As palavras são, sim, lindas, mas não bastam! Falar palavras bonitas, encantar os outros com elas, iludir com promessas que nunca serão cumpridas, é muito pior do que silenciá-las. O silêncio é muito mais virtuoso quando as palavras não forem sinceras.

Se você não quer prometer com medo de não poder cumprir a sua promessa, o melhor que faz é não prometer porque quem não promete, mas faz, acaba surpreendendo e nada melhor do que uma surpresa que vale a pena do que uma promessa que se quebra e que destrói a nossa credibilidade, rompendo as barreiras da confiança.

Quando você promete algo a alguém, acende uma chama que só se apaga quando essa promessa é cumprida porque, por mais que o tempo passe, mesmo que bem fraquinha, essa chama sempre estará presente guardada dentro da pessoa a quem prometeu… Sim, as fagulhas sempre existirão porque são semelhantes às esperanças que nunca se acabam porque pensamos “pode ser que até hoje essa promessa não foi cumprida, mas quem sabe um dia… quem sabe hoje ou amanhã”.

Por isso, insisto que promessas são atitudes em forma de palavras e elas devem ser sempre cumpridas porque falsas promessas ou promessas quebradas são como perfume sem cheiro, sorvete sem sabor e pessoas sem honra… Promessas não cumpridas são apenas palavras que se aproximam à ilusão, são tóxicas e capazes de destruir algo mais valioso do que diamantes: a confiança!

Licenciada em Pedagogia e Mestranda em educação pela FCT/UNESP. Aquela que vê beleza nas simplicidades e enxerga Deus em cada detalhe. Escreve para acalentar a vontade de deixar fluir o que transborda no coração. É toda esperança com cobertura de fé e deixa essas marcas em seus escritos.

Compartilhe a felicidade!

Deixe seu comentário!

Post Author: Patrícia Regina de Souza

Licenciada em Pedagogia e Mestranda em educação pela FCT/UNESP. Aquela que vê beleza nas simplicidades e enxerga Deus em cada detalhe. Escreve para acalentar a vontade de deixar fluir o que transborda no coração. É toda esperança com cobertura de fé e deixa essas marcas em seus escritos.

Deixe uma resposta